Home Data de criação : 07/07/22 Última atualização : 14/07/21 22:46 / 817 Artigos publicados

MISTÉRIOSA: Música De José Carlos Arantes  (Poema-conto) escrito em domingo 16 setembro 2007 21:10

destreza, sutileza





 "Uma Mulher Chamada Paixão"
 Por: Francisca Lucas




Já cansada de tantos sofrimentos,
Selecionou os seus melhores pensamentos,
Sentou em frente ao grande espelho
Do seu interior...
Estava farta de tanto conselho,
O seu coração queria amor...


Mirando-se bem
Reparou na sua figura,
Um alguém,
Uma pessoa insegura.


Teria que mudar,
Ser corajosa para desbravar
O mar bravio que seria
A sua vida...
De agora em diante,
Olhando tudo de frente.


Levantou-se num salto
Pensou alto,
Chutou o balde,
Não será debalde.


Virou a mesa,
Sentiu-se uma princesa,
Precisava ter destreza
E sutileza...


Era uma mulher atraente,
Muito carente...
Procurava um "Romeu"
Um homem que fosse só "seu"


Viajou por tantos lugares
Andou em muitas praias,
Fez muitas amizades...

Noutras vezes, ondas gigantes,
Quase a sufocarão,
Ficou diante de pescadores
E caçadores de corações...
Aqueles que fazem da pesca
E da caça apenas distração.

A tal princesa desiludida
Recolheu o seu coração,
Bateu em retirada,
Sentiu-se perdida
Neste mar de desilusão,
Abandonou a partida,
Saiu do jogo sem ação,
De tudo sobrou só um deserto,
Viu o enigma da vida de perto,
Sumiu!... Ninguém mais a viu!
O nome dela é "Paixão"
Alguns dizem que,
Hoje ela mora,
Num cárcere chamado "Imaginação"



(Dedicado com carinho a uma doce amiga,
Que pediu pra não divulgar o seu nome).

Compartilhar
1 Fan

Faça um comentário!

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.
Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (107.20.121.254) para se identificar     

Nenhum comentário
MISTÉRIOSA: Música De José Carlos Arantes


Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para meditacao

Precisa estar conectado para adicionar meditacao para os seus amigos

 
Criar um blog